Febril '


Eu nunca sei o quanto te quero,
Eu nunca sei o quanto te tenho,
Quando você põe suas mãos sobre mim,
A única coisa que importa é que está acontecendo
Você me deixa febril,
Um fetiche, uma vertigem indecente...
Quente, doentio ...
causal e arredio.

As luzes da cidade estão acesas, os amantes saem para caçar
Quando você bate a porta, eu quero correr mais sei que vai me alcançar
Você me deixa febril..
Um fetiche, uma vertigem indecente...
Febre! E meus sintomas, nunca passam ,são persistentes.

O Romeu ama a Julieta,
Mas Julieta não sente o mesmo amor ,
Mais quando Romeu a toma no calor de seus braços
Ela sente a febre que lhe desprende da dor
Ele a causa febre ...
Um fetiche, um desejo que a sustenta...
Febre! e ela diz:
- Eu adoro quando você me queima-

( Thayanne Teixeira - Febril - A.A.Q.D.C )

Um comentário:

Download FNB disse...

ooi... vim seu blog numa comu do orkut na qual eu sou moderador num topico de seguidores...

topas uma simples parceria ???

vc segue meu blog e eu sigo o seu....

www.festanabahia.com

tow te seguindo jah... abraços