Amor Abstrato

Teu nome....
Prazer ... A hora que eu esparava chegou, tão vagarosamente...
Poderia parar de te olhar,
Mais meus olhos estão fixados, na sua boca... língua...
Eu quero correr em você
Vou levar, a sua imagem na minha mente para me manter tranquila
Teus olhos...
Prazer ... Te apresento o meu fascínio, antes de ter ver você já estava nos meus sonhos,
Era pornográfico... era eu e você, suponho
No meio da mutidão
Sujos e em perfeita sintonia, pintando nossos corpos com suor
Sentindo a febre dos amantes,
Intenso...
Prazer... É o que eu acho de você, tão ilícito...
Uma súplica sai de seus lábios como um som lírico,
Ele quer que eu continue revelando as minhas manhas,
Ele quer que eu continue a aloja-lo, nas minhas entranhas...
Eu o quero no meu sangue.
Aglutinamos os dois, acoplamos os dois
por mil anos restantes...
Eu te escrevo em abstrato,
nosso relacionamento em abstrato,
Segurando as paredes, pintando nosso retrato
Quebrando as costelas para não te deixar tedioso
quebrando os ossos a cada posição do meu corpo...
Teu Espírito
Prazer... De alma branda e suave como uma brisa que refresca a sua pele no Deserto do Saara
Doce e venenoso, amor amor
Quente, quente e misterioso.
Abstrato, Amoroso e Platônico.

3 comentários:

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Cadinho RoCo disse...

Uma delicia dar sabor tempero vida calor ao amor.
Cadinho RoCo

Um brasileiro disse...

oi. estive por aqui. mito interessante. apareça por la. abraços.